Dê um talento no seu caminhão usado e valorize seu patrimônio em até 25%

Como assim? Uma boa lavagem ou um simples polimento será capaz de levantar o valor de venda do meu caminhão?

Todo mundo sabe que quando um automóvel é colocado à venda, diante de tantas ofertas no mercado, serão diferenciais o seu estado de conservação externo e interno, suas condições mecânicas e seu preço. Mas o que realmente pesa aos olhos do comprador é a quilometragem do veículo. Quantas vezes o automóvel tem sua pintura impecável, todas as revisões periódicas e preventivas realizadas, ou na linguagem popular “sem detalhes na pintura” e o pretenso comprador faz ofertas indecorosas ou simplesmente desiste da compra?

Pois é! Esse não é o mesmo sentimento ou critério adotado pelo comprador de caminhões. Enquanto a quilometragem denigre e desvaloriza o valor de um automóvel, no comércio de um veículo pesado a questão quilometragem é o que menos importa na valorização do “bruto”.

É sabido que os motores a diesel chegam normalmente a um milhão de quilômetros sem problemas. Evidentemente, desde que seguidas às instruções preconizadas pelo fabricante e com cuidados adicionais para o bom estado de conservação e uso da ferramenta como revisões preventivas, calibragem, alinhamento e balanceamento de pneus frequentes, utilização de filtros de primeira linha, acompanhamento do nível de lubrificantes e suas trocas recomendadas. Enfim, com boas práticas e cuidados com a ferramenta de trabalho, o conjunto motriz do seu caminhão estará sempre apto para mais uma jornada de trabalho.

Perfeito! Mas se a quilometragem não importa na venda do meu caminhão e se o mesmo está com a parte mecânica em ordem, o que eu poderia fazer mais para valorizar o meu patrimônio?

A questão não é o que fazer para valorizar o bem. Muitas vezes seu caminhão já está desvalorizado e você não sabe! Na correria do dia-dia, a cabine do seu caminhão vai sofrendo avarias na lataria e você, sem tempo de parar e fazer o reparo vai convivendo com os danos sucessivos a espera de um momento para consertá-lo. Para-choque amassado, para-brisa trincado, partes com ferrugem, forração de porta e teto rasgados, são alguns pequenos exemplos que desvalorizam seu patrimônio na hora da venda e o pior, diante dos olhos do seu cliente, que diariamente olha para o seu caminhão nesse estado com sua logomarca na porta.

Experimente entrar em um site de ofertas e verifique as opções de compra. Depois de olhar vários anúncios, perceba que caminhões de mesmo ano, ou até mais velhos, atingem um preço de venda consideravelmente melhor em razão de estar com aspectos originais na conservação de cabine e chassi.

Esse tipo de reparo de lataria e pintura, normalmente tem seu custo baixo e o tempo para execução da restauração é pequeno, não atrapalhando sua jornada de trabalho. E porque não parar o seu caminhão em um final de semana para dar um “talento”?

Nós temos restaurado muitos caminhões nessas condições e a experiência de nossos clientes tem sido muito positiva. Sejam elas no aspecto qualidade e agilidade na execução, quanto nas condições comerciais ofertadas.

Venha tomar um café conosco e aproveite para fazer um orçamento sem compromisso. Se preferir, solicite um orçamentista com hora marcada em sua empresa para um diagnóstico.

Lembrando que nossos profissionais restauram caminhões de todas as marcas.

Clique aqui e solicite mais informações.

Mais dicas Compartilhe
pelo WhatsApp

Digite o seu email e receba os nossos informativos